Publicado em Cinema

A Noite da Virada

Direção: Fábio Mendonça

Ano: 2014

Categoria: Nacional, Comédia

Tudo bem que a virada do ano já passou, mas não podia deixar de fazer uma resenha deste filme hilário, baseado na peça: “O Banheiro” de Pedro Vicente, que assisti repetidas vezes em 2018.

Ana (Júlia Rabello – Porta dos Fundos) está prestes a dar uma festa de Réveillon em sua casa, quando, de repente, faltando cinco minutos para a chegada dos convidados, seu marido, Duda (Paulo Tiefenthaler – O Roubo da Taça), resolve lhe dar o fora sem mais nem menos. E o que era para ser uma noite incrível, se transforma num verdadeiro caos, já que outras coisas veem à tona (não farei spoiler) e no final das contas, o término do seu relacionamento é o menor dos problemas.

O filme não tem nenhuma história mirabolante, muitos até dirão que é filminho de sessão da tarde, mas, é uma comédia gostosa que dá para divertir. E o que mais gostei aqui são as atuações e como as histórias de cada personagem se interligam uma com a outra. Então falarei sobre cada um deles, pela minha detalhada perspectiva.

Vamos começar por Ana e Duda, o casal protagonista. Já começa engraçado ao percebermos a incompatibilidade entre os dois, pois Duda é horroroso (sem ofensas ao ator), enquanto Ana é areia demais para o seu caminhãozinho. Loira, linda, olhos verdes e maravilhosa é ironicamente a que leva um pé na bunda rs. E a forma como Duda termina com ela? Ele dá tantos rodeios falando nada com nada, que da primeira vez que assisti, até pensei que eu não estivesse prestando atenção direito, mas quando vi, nem Ana estava entendendo o que ele queria dizer. 😂

Sofia conversando com os maconheiros da festa

E o que dizer de Sofia (Martha Nowill – Vermelho Russo), irmã de Ana?? É a segunda personagem mais engraçada do filme! Louquissíma, desbocada e desaforada. Queria que ela existisse e fosse minha amiga!! 😬

Aliás, aproveitando o gancho da imagem acima, em que Sofia interage com André (Juliano Enrico – Copa de Elite) – o que beija melhor – e Matias (Daniel Furlan – Uma Quase Dupla) – o mais pegador -, gostaria de falar desses dois penetras da festa. Simplesmente amei eles! ❤️ Engraçados de um jeito espontâneo. Será que todo maconheiro é assim? 😅

da esquerda para a direita: personagens Matias e André

Os amigos de Ana, Alê (Luana Martau – Tá No Ar) e Rica (João Vicente de Castro – Rock Story) também são hilários. Aquele típico casal “curtição” que só quer saber de sexo, drogas e rock’n roll. Como não rir das taradices de Alê e das neuroses de Rica? Coitado. Ele passa o filme inteiro com um fardo nas costas (novamente não farei spoiler) enquanto Alê só quer saber de transar. 😁

Contracenando em combate com o casal anfitrião, temos os vizinhos: Mario (Marcos Palmeira – Os Homens São de Marte e é Pra Lá Que Eu Vou) e Rosa (Luana Piovani – O Homem Perfeito). Mario, um homem com TOC extremamente chato (pelo menos não durante o filme inteiro) e Rosa, uma esposinha submissa, sem graça e sem personalidade. Chega a ser ridículo seu envolvimento com outro personagem. A propósito, achei bem ruinzinha a atuação da Luana neste filme. Até eu que sou atriz iniciante teria atuado bem melhor. (Sorry Lu!)

Um ator que ressurgiu das cinzas e que inclusive foi o primeiro a entrar em cena logo quando o filme começa é o Taumaturgo Ferreira (Ilha de Ferro), interpretando o traficante dealer Paulo. Sério gente, quase falei para ele: “Quem é vivo sempre aparece, né?” quando o vi na tela rs. Sua atuação é espetacular! 👏🏻 Não que eu conheça algum traficante para poder comparar, mas, pra mim, ele foi um legítimo fora da lei, cuspido e escarrado.

Por último, mas não menos importante, deixei o melhor para o final. Lembram quando citei lá em cima que a personagem Sofia era a segunda mais engraçada? Isso porquê ela só perde para o rei da comédia: Rodrigo Sant’ Anna (Zorra Total). Ele está ESTUPENDO como Fumaça!!! O cara passa o filme inteiro dentro de um banheiro químico, sem muitas falas, mas com uma presença h-i-l-a-r-i-a-n-t-e! Eu ria toda vez que ele entrava em cena! 😂😂

Então é isso gente, apesar desse filme não ter boas críticas, peço que lhe deem uma chance, pois é uma comédia muito boa, tanto que como falei no início do post, assisti inúmeras vezes ano passado e não tô exagerando não rs. Fiz todo mundo que conheço assistir também rs. Recomendo então que assistam e que venham comentar aqui depois o que acharam. Combinado? 😃

TRILHA SONORA

Como sabem, eu sempre falo da trilha sonora dos filmes, mas, deste, sinto desapontá-los, não gostei de nenhuma música o suficiente para listar. Com exceção de “Summer” do Calvin Harris que toca na cena final, quando todos vão para a mansão de Mario.

“Você acha realmente que eu passaria nos meus lábios algo que esteve na sua boca?” Sofia (Na maior cara de pau, após usar o batom de Rosa escondido)

Autor:

Graduada em Jornalismo, apaixonada por música, livros, filmes e séries. O espírito Jovem me domina & adoro uma Diversão!

Um comentário em “A Noite da Virada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s