Publicado em Biblioteca, Cotidiano

O Autoconhecimento

Em algum momento da sua vida, você já pensou ou ouviu alguém dizer que, se pudesse, gostaria de retornar a uma idade mais jovem, ou seja, algum período passado da sua própria vida, mas com a mentalidade que possui atualmente?

Se essa sentença lhe soou familiar, então você já se deparou com alguns aspectos do autoconhecimento. Quando você reconhece que a pessoa que você é hoje, é muito mais desenvolvida que o seu eu do passado. Quando percebe que, ao longo dos anos, a sua experiência de vida contribuiu para te ensinar lições e muitos aprendizados. Você até gostaria de ser mais jovem, mas não de perder toda a bagagem de vida que possui.

Agora imagina você poder adquirir ainda mais conhecimento sobre si mesmo, sem precisar passar por sofrimento, dores e angústias. Quando passamos por uma situação difícil, o intuito é que possamos aprender com os nossos erros e nos tornarmos mais fortes, mas, quando buscamos o autoconhecimento constantemente, a situação inverte, em que não precisamos mais sofrer para aprender e sim aprendemos para não mais sofrermos, já que, devido a sabedoria adquirida, evitamos de nos colocar em situações de risco, seja físico ou emocional.

Quando nos olhamos no espelho, para o nosso corpo e analisamos a nossa aparência, conseguimos ver nossos pontos fortes e fracos. Sabemos onde devemos realçar ou camuflar com determinada roupa. Reconhecemos quando precisamos nos exercitar mais, ou quando alguma parte do nosso corpo nos agrada tanto do jeito que é, ao ponto de não cogitarmos alterá-la.

Agora imagine ter esta mesma percepção, se tratando da sua mente? Saber o que de fato te afeta, para aprender a controlar isso; saber o que te dá gatilhos de criatividade, ou seja, saber explorar tudo que você tem de melhor a seu favor e trabalhar para que as suas deficiências não impactem nos seus objetivos.

O autoconhecimento permite tudo isso. Permite que você invista cada vez mais no seu aperfeiçoamento, fazendo com que possa se tornar uma pessoa melhor em vários aspectos da sua vida. Seja na maneira como se relaciona com as outras pessoas, desenvolvendo melhor as suas aptidões profissionais ou lhe dando mais sabedoria ao lidar com situações difíceis, aquelas em que normalmente ficamos nervosos, agressivos ou estressados, ao ponto de perdermos a razão.

Um dia eu estava andando na Av. Paulista e em meio a correria de chegar no horário em determinado compromisso, a capa de um livro, exposto na vitrine de uma banca de jornais, me chamou atenção:

Eu nunca tinha ouvido a palavra “Mindset” na minha vida. Nem sabia o que significava. Na verdade foi o subtítulo: “a nova psicologia do sucesso”, mais precisamente a palavra SUCESSO, que despertou um gatilho enorme de curiosidade em mim. Comprei o livro! Iniciei a leitura e comecei a descobrir um mundo que eu não conhecia!

Mindsets

Você sabia que existem dois tipos de Mindsets? Pois existem! E são distinguidos como: Mindset fixo e Mindset de crescimento. O mindset é algo que todos nós possuímos. Ele é baseado de acordo com as nossas crenças, bagagem de vida e a maneira como fomos criados e educados. Contudo, é algo que pode ser mutável!

Um exemplo disso é uma pessoa que você conheceu de um jeito e ela mudou para melhor com o tempo. Mudou seus hábitos, suas atitudes, seu modo de agir – não me refiro a aparência – . Provavelmente essa pessoa tem o Mindset de crescimento. Agora visualize uma outra pessoa que mesmo após anos continua a mesma coisa, o mesmo pensamento retrógado, com a mesma função de trabalho, o mesmo comportamento e modo de ver a vida. Provavelmente esta tem o Mindset Fixo.

Quando temos medo do julgamento, inseguranças e queremos nos provar o tempo inteiro, é porque temos o Mindset fixo e este mindset nos priva do nosso próprio crescimento, por ser mais limitado. Inclusive, é muito comum uma pessoa que possui este mindset perder o interesse com coisas difíceis. São animadas para começar, mas de acordo com o grau de dificuldade que vão enfrentando, perdem o interesse. Enquanto com pessoas de mindset de crescimento, ocorre o total oposto! Quanto mais desafiador, mais interessado em desvendar o enigma essa pessoa estará.

Esses dias, aconteceu uma situação desagradável, que reconheci não ser a primeira vez que acontece comigo. Me deparei com uma dificuldade que me deixou transtornada. Eu não estava na presença de outra pessoa, foi uma tarefa comigo mesma em meio a esta tecnologia da internet. Diante da dificuldade em que eu não sabia o que fazer, me irritei por me ver neste cenário de impotência. Esbravejei sozinha, gritei com as paredes, chorei de raiva, quase quebrei o meu mouse. Mas, depois que externei tudo isso, respirei fundo e continuei investigando, persistindo, pois eu precisava resolver aquela questão naquele momento.

No final das contas, eu consegui. 💪🏻 A solução se apresentou até mais fácil do que eu imaginava. Tinha passado despercebido em meio a primeira dificuldade que encontrei. Como que a fúria e a falta de paciência consegue cegar a gente? Me desafiei a concluir algo, ainda que estivesse quase surtando, e quando finalizei pude sentir um enorme alívio e satisfação por ter concluído.

O processo de mudança de Mindset, do fixo para o de crescimento, é exatamente assim! Seu cérebro frita, você sente um incômodo ao se forçar a sair da zona de conforto, mas, se persistir mais um pouquinho, consegue romper essa barreira.

Desta vez foi uma coisa pequena, inofensiva, imagina numa situação mais grave, em que envolve outras pessoas? Se deixamos a fúria nos cegar, podemos nos colocar em situações catastróficas. Mas, tudo isso pode ser evitado com o autoconhecimento. Quando começamos a olhar mais para dentro de nós mesmos. Dê o seu primeiro passo, rumo a esse progresso interno também! É um caminho sem volta e é um percurso do bem!

Autor:

Atriz, jornalista e escritora, apaixonada por música, livros, teatro, filmes e séries. O espírito Jovem me domina & adoro uma Diversão!

2 comentários em “O Autoconhecimento

  1. Parabéns pelo texto!
    O autoconhecimento é uma ferramenta muito importante, imagina ter o controle de suas emoções e conseguir agir de forma mais racional em todas demandas cotidianas.
    👏👏👏👏

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s