Publicado em Cinema

Quem Vai Ficar Com Mary?

quem-vai-ficar-com-mary-capa

Título Original: There’s Something About Mary

Direção: Peter Farrelly, Bobby Farrelly

Ano: 1998

Categoria: Comédia

Ted (Ben Stiller – Antes Só Do Que Mal Casado) sempre foi apaixonado por Mary (Cameron Diaz – Professora Sem Classe) desde os tempos de escola. Durante a adolescência, apesar dela ser muito linda, e ele nem tanto assim, Mary se agradou com o rapaz e combinaram de ir ao baile juntos. Porém, como é um filme de comédia, uma grande confusão acontece, impedindo nosso “Don Juan” de sair com aquela gata. Após esse fracasso, temos uma passagem de tempo, e agora Ted é um homem adulto, bonito, e… ainda pensa em Mary.

quem-vai-ficar-com-mary-cena-ted-e-mary

Seu amigo Woogie (Chris Elliott – Todo Mundo em Pânico 5) o convence a tentar encontrá-la, já que não conseguiu esquecê-la, mesmo após treze anos. Ted conta que já havia tentado, mas que não teve sucesso, pois a moça se mudou e seu nome não consta na lista. Perante a sua dificuldade, Woogie lhe indica Pat Healy (Matt Dillon – A Lista) que além de fazer trabalhos sujos, tem grande facilidade em localizar pessoas. Healy não só a encontra, como também se apaixona, mente para Ted sobre o que descobriu, e começa a investir na moça… Mas atenção! Eles não são os únicos a querer ficar com Mary!

quem-vai-ficar-com-mary-cenas

O filme começou muito bem, e as catástrofes que aconteceram com Ted momentos antes do baile, foram mesmo geniais!! Ri muito! 😂 Contudo, no decorrer da trama exageraram em alguns aspectos, perdendo um pouco a sua essência. Por exemplo: desenvolveram muito bem três personagens gamados nela, e no final simplesmente encaixaram mais três, repentinamente, sem nenhum contexto bacana. Até o terceiro admirador estava bastante aceitável, nos causava a sensação de aquilo era mesmo “provável” de acontecer, porém quando entraram os demais, pensamos: “Não, só filme mesmo”. Tornou o desfecho forçado e artificial.

cena-quem-vai-ficar-com-mary

O final também deixou a desejar. Aquele monte de homem na casa dela, e Ted cogitando deixá-la para um dos outros, foi mesmo patético! Sua atitude desmereceu todo o seu esforço para tentar ficar com ela. Claro que, não é uma comédia totalmente descartável, possui diversas cenas engraçadas, e as atuações também foram muito boas. Porém, não espere aquele “filmão”.

Autor:

Graduada em Jornalismo, apaixonada por música, livros, filmes e séries. O espírito Jovem me domina & adoro uma Diversão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s