Publicado em Cinema

Meninas Malvadas

meninas-malvadas

Título Original: Mean Girls

Direção: Mark Waters

Ano: 2003

Categoria: Adolescente

Cady Heron (Lindsay Lohan – Sexta-Feira Muito Louca) morava na África e sempre foi educada em casa. Agora com 16 anos seus pais se mudam para os Estados Unidos e ela, pela primeira vez, vai estudar em uma escola pública. Seu primeiro dia é um fiasco como seria com qualquer adolescente em uma escola nova, que já possuem grupinhos formados. No segundo dia ela já se sai um pouco melhor e faz amizade com Janis Ian (Lizzie Caplan – Quatro Amigas e Um casamento) e Damian (Daniel Frazense – Doce Vingança). 

meangirls_janis-damian

Eles a apresentam para a elite escolar, chamada de “As Poderosas”, entrando em cena: Regina George (Rachel McAdams – Garota Veneno), Karen Smith (Amanda Seyfried – A Garota da Capa Vermelha) e Gretchen Wieners (Lacey Chabert – Ligeiramente Solteira).

mean-girls-halloween

A escolha do elenco foi perfeita! Rachel está fabulosa como a malvada “abelha rainha”; Amanda apesar de fazer a personagem mais burra e insignificante, sua atuação lhe rendeu vários contratos depois; Lacey também foi muito talentosa, já que sua personagem era a mais emotiva. E claro, não iria deixar de falar da personagem principal interpretada por Lindsay Lohan que eu já tinha virado fã desde

https://jovemedivertida.com/2014/12/19/operacao-cupido/

 

meninas-malvadas-gif

Mas continuando… Janis e Damian alertam Cady para não se aproximar das Poderosas, já que essas são muito malvadas e estragam com a vida das pessoas. Porém, no terceiro dia de aula, no refeitório, um dos garotos fazem uma piadinha sobre sexo com Cady no momento em que ela está passando pela mesa do trio, e Regina a defende. Desde então Cady começa a andar com elas (com o consentimento de Janis e Damian), achando que Regina fosse na verdade uma boa pessoa.

mean-girls-cafeteria-scene

Assim que Cady se interessa por um garoto, o Aaron Samuels (Jonathan Bennett – S.O.S. do Amor), Regina, por pura maldade, a “sabota” – sem nenhuma consideração por sua nova “amiga” – e é nesse momento que Cady se dá conta que Janis e Damian tinham razão quando a alertavam. Daí,  juntos iniciam um plano maquiavélico para derrubar As Poderosas tramando por debaixo dos panos!

regina-george-engordandoregina-sem-namorado

Cenas engraçadas é o que mais temos, mas além de todo esse mundo rosa, o filme nos passa uma lição boa, a que não precisamos ter a melhor roupa, melhor aparência ou melhor casa para termos amigos de verdade, e principalmente, não devemos nos deixar levar pela luxúria, pois nem tudo que reluz é ouro. O filme é impecável, possui muitas reviravoltas, onde primeiro temos a Regina por cima, depois por baixo, e depois por cima de novo. Tina Fey (Uma Noite Fora de Série) também está incrível, pois além de atuar, também foi roteirista; não conhecia seu trabalho, mas depois desse filme pude descobrir o seu potencial.

mean-gilrs-natal

Meninas Malvadas sem sombra de dúvida é o melhor filme de patricinhas! Mark Waters (também diretor de Sexta-Feira Muito Louca) retratou perfeitamente a vida de adolescentes no ensino médio. Se você ainda não assistiu a esse clássico da Paramount Pictures não sabe o que está perdendo!! Aproveitando o gancho, foi lançado Meninas Malvadas 2 em 2011, com outras personagens seguindo a mesma temática, mas infelizmente esse não chega nem aos pés do original.

TRILHA SONORA

trilha-sonora-filmes

Boomkat – Rip Her To schreads (Cena em que Cady chega na escola)

Katy Rose – Overdrive (Cena em que estão no quarto da Regina / música do Menu)

Missy Elliott – Pass That Dutch (Música em que “As Poderosas” surgem na tela)

Samantha Ronson – Built This Way (tema de Cady e Aaron)

Kelis – Milkshake (Cena em que chegam na casa da Regina)

Blondie – One Way or Another (Música que tocava sempre que Cady aprontava com a Regina)

Joe Budden Ft Busta Rhymes – Fire (Cena da festinha na casa da Cady)

Pink – God Is a Dj (Cena em que estão se arrumando para o baile)

N.O.R.E. – Put ‘em Up (Cena em que entram no baile)                                                                                                             

Orbital – Halcyon On and On (Cena em que Cady narra o fim de cada Poderosa)                                                                         

The Donnas – Dancing With Myself (Música que toca nos créditos)