Publicado em Histórias Do Milagre

Milagre – Parte 14 “Desespero”

desespero3-full1

Quando vi aquele corte em suas costas, – indecifrável, que não se via o fundo, mas parecia que estava na carne, e não se via sangue, somente uma gosma branca – fiquei desesperada! Eu não tinha como correr com ele para algum pronto socorro, minha folga seria dali a dois dias, o que eu iria fazer???!

Liguei na clínica particular, afinal tinha direito a um retorno gratuito, e descrevi para a veterinária aquele corte, ela, assim como todos os médicos, não deu nenhum diagnóstico, por mais detalhista que eu fosse, disse que precisava olhar. Sabendo que se eu o levasse independente do que fosse geraria um custo, o jeito foi enfaixar e esperar agoniantemente até minha folga, pois levando-o no hospital, sabia que o atendimento seria bem mais completo.

E assim seguiram os dias… Todo dia eu trocava o curativo e limpava aquela gosma, sem saber que diabos era aquilo. Quando retornei no hospital, demorou milênios para sermos atendidos, acabei fazendo uma ceninha porque fazia mais de horas que não éramos chamados e o caso dele era grave, será que ninguém entendia???!

Teve um momento que não aguentei e comecei a chorar. Uma mulher que era a “chefe” lá, tinha sido grosseira quando fui questionar a demora pela segunda vez, dizendo que eu tinha que esperar e ponto final, mas parecia que todos eram chamados e menos nós, as horas passavam e nada! Sendo assim, só me restou chorar. As outras “donas” que também estavam aguardando foram muito carinhosas e gentis, me deram água, e me fizeram contar toda a história dele com esse novo problema. 

O pobrezinho estava com fome e com sede, eu apesar de ter levado ração num pote, não podia lhe alimentar, para o caso de precisarem lhe aplicar anestesia depois, e imaginem a situação dele? Fome, sede e dor. Entendo que era de graça, mas e os atendimentos preferenciais?? Ele era um cão deficiente afinal!

Fui ao banheiro lavar o rosto enquanto elas olhavam ele, e quando voltei disseram “você saiu e ele levantou a cabeça da caixa para ver aonde você ia, tem muito carinho por você” só me fez chorar mais! 😥 Sem planejar, o meu chororô acabou dando certo, pois logo o chamaram. Eu já estava toda sensível e quando fui falar com o veterinário chorei ainda mais, a história do Milagre estava chegando ao fim. 😦 Segue abaixo a foto do tal corte para que possam entender meu desespero:

infeccao-profunda
Infecção nas costas do Milagre

Autor:

Graduada em Jornalismo, apaixonada por música, livros, filmes e séries. O espírito Jovem me domina & adoro uma Diversão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s