Publicado em Cinema

De Repente 30

de-repente-30-

Título Original: 13 Going 30

Ano: 2004

Categoria: Comédia

Jenna Rink (Christa B. Allen – Revenge) é uma pré-adolescente que quer fazer parte do grupinho mais popular do colégio as “6 Gatinhas” sem perceber que a líder delas, Tom-Tom (Alexandra Kyle – Olho por Olho) a faz de gato e sapato. Ela aceita tudo que lhe é proposto, na esperança de um dia ser aceita no grupo. Em sua festa de aniversário de 13 anos, Tom-Tom apronta com Jenna, fazendo com que a protagonista ficasse contra o seu, até então melhor amigo Matt Flamhaff (Sean Marquette – Sobrevivendo ao Natal). Após discutir com o amigo, Jenna se tranca em seu closet e indignada com o rumo que sua festa de aniversário tomou, começa a desejar ter 30 anos, a idade do sucesso.

de-repente-30-jenna-crianca

Magicamente o pedido de Jenna vira realidade e agora ela tem 30 anos, sendo interpretada pela carismática Jennifer Garner (Minhas adoráveis ex namoradas). Imagine você, com 13 anos de repente acordar com 30?? Ficaria assustada não é? Jenna, apesar de ter sido atendida, não se sente feliz de imediato, já que o quê lhe aconteceu foi algo fora do comum.

de-repente-30-jenna-rink-adulta~2

Desesperada por respostas, ela sai a procura de Matt, que curiosamente não demonstra felicidade ao vê-la. Com a ajuda dele, ela descobre que conseguiu ser umas das 6 Gatinhas (inclusive foi a líder delas) e que foi ao baile com o garoto em que era apaixonada na época. O que é difícil acreditar, já que pelo pouco que vimos dela criança, nos mostrou ser muito bobinha e ingênua. Como na mente de Jenna ontem era seu aniversário de 13 anos, suas atitudes são de uma criança no corpo de uma mulher, o que claro, nos garante boas risadas! Ela se reaproxima de Matt (que agora é bem mais bonito do que quando criança) e Matt que era apaixonado por Jenna na infância, se deixa levar por essa reaproximação.

de-repente-30-jenna-e-matt

O inusitado da história é que na verdade Jenna se tornou uma mulher sem caráter e frívola. Mas como pegamos carinho pela protagonista desde o início, quando descobrimos as coisas ruins que ela fez, não conseguimos odiá-la, talvez por ela mesma, com sua mentalidade de 13 anos não se aceitar ao descobrir as coisas que fez sendo adulta. Ao final, a protagonista não teria um final feliz. Seu emprego vai por água abaixo e Matt que já era noivo quando ela o reencontrou, iria se casar. Mas… Final de filme, é final de filme! Rs.

Devo ressaltar que a atuação do Mark Ruffalo (E Se Fosse Verdade) foi excepcional quando Jenna vai em seu quarto e ele com aquele olhar de “você é a mulher da minha vida, mas não poderemos ficar juntos” lhe entrega a casa dos sonhos, com os dizeres “eu sempre te amei” faz qualquer pessoa chorar!!

de repente 30-cena-final-jenna-e-matt

E o que dizer do final? Foi simplesmente IN-CRÍ-VEL! Pois ao mesmo tempo em que temos um final realista, já que Matt não largou tudo para ficar com um amor da infância, também tivemos um final “conto de fadas”, quando Jenna novamente faz um pedido, (agora para ter de novo 13 anos) onde quando acontece, o telespectador acha que ela estava sonhando o filme inteiro. Mas não, ela realmente consegue voltar no tempo para reverter sua atitude naquele dia, que foi a responsável por mudar toda a sua vida.

TRILHA SONORA

trilha-sonora-filmes

The Go-Go’s – Head Over Heels (Música de abertura)

Rick Springfield – Jessie’s Girl (Quando Jenna está se arrumando para sua festa de aniversário)

Michael Jackson – Thriller (Música em que Jenna dança em sua casa sozinha assistindo ao clipe, e que põe para tocar na festa da Poise)

Talking Heads – Burning Down The House (Quando o paquera de Jenna desce do carro para ir a sua festa de aniversário e logo em seguida mostra Matt dançando no porão)

Madonna – Crazy For You (Quando Jenna está na sua festa de aniversário e quando volta no tempo)

Whitney Houston – I Wanna Dance With Somebody (Quando Jenna saí do banho e está se arrumando para a festa da Poise)

Lillix – What I Like About You (Quando Jenna está na limousine chegando na festa)

Luce – Good Day (Cena em que mostra a rotina de Jenna em sua nova vida, já mais conformada)

Vanilla Ice – Ice Ice Baby (Cena em que o namorado de Jenna faz striptease)

Billy Joel – Vienna (Quando Jenna triste, viaja para a casa de seus pais)

Liz Phair – Why can’t I? (Cena em que Jenna e Matt trabalham na sessão de fotos)

Pat Benatar – Live Is A Battlefield (Quando Jenna está no quarto dançando com as outras adolescentes, já adulta)

de-repente-30-jenna-rink

Autor:

Graduada em Jornalismo, apaixonada por música, livros, filmes e séries. O espírito Jovem me domina & adoro uma Diversão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s