Publicado em Músicas

7 Músicas Legais que descobri em Maio

Sabe, eu sempre gostei muito de música, muito mesmo. Sou aquele tipo de pessoa que não consegue ficar um dia sequer sem ouvir pelo menos uma. Seja enquanto estou limpando a casa, tomando banho, quando tô andando pela rua ou indo trabalhar. Não saio de casa sem meu fone de ouvido. 🎧

Uma boa música não é só batida e voz. É também letra, mensagem e significado. E é muito louco quando você se depara com uma letra que você se identifica e tem aquela mesma impressão que o artista está dizendo aquilo para alguém da vida dele, da mesma forma que eu, por exemplo, desabafo com os meus textos.

Daí fiquei refletindo a respeito e tive a ideia de fazer uma coisa diferente aqui no blog. Ao invés de todo mês eu trazer uma listagem de músicas novas, também trarei o que eu mais estiver ouvindo naquele momento, independente de ser lançamentos ou não. É sempre bom relembrar músicas do passado também e não quero me prender à apenas músicas que nunca ouvi antes. Que tal? 😊

Bom… então vamos lá!

Sabe quando você descobre uma música muito foda e você ouve ela repetidas vezes por vários dias e não enjoa? Não sei se alguém aqui tem esse mesmo nível de loucura que eu, mas há quatro músicas que estou ouvindo sem parar ultimamente e começarei por elas:

1| Mother’s Daughter – Miley Cyrus

“Mother’s Daughter” está em segundo lugar na lista das músicas mais populares da Miley no Spotify. É faixa integrante do seu mais novo lançamento, o álbum: “SHE IS COMING”, trazendo todo o seu amadurecimento. Podemos observar uma Miley mais adulta, sexy, confiante e poderosa. Já estou na grande torcida para que essa música vire single e ganhe clipe! 🤞🏻

2| Nightmare – Halsey

Eu fiquei completamente de queixo caído quando ouvi e assisti ao videoclipe de Nightmare pela primeira vez. Que letra! Que batida! (Ela mesclou um pop rock nesse refrão, não foi?) Halsey me surpreendeu bastante. Desde “Bad At Love”, fazia tempo que uma música dela não me fazia deixar a função do repete ativada. O álbum novo ainda não saiu, mas por esse single de estreia já podemos ter um maravilhoso prelúdio do que está por vir. 😌

3| Started – Iggy Azalea

Iggy foi bastante ousada com a letra e principalmente com o videoclipe de Started. Temos aquela clássica história da moça jovem que casa com um velho rico/milionário, com o pé na cova, só para ficar com tudo que ele tem, depois que o mesmo morrer. Alguém aí teria coragem de fazer isso na vida real? Eu só me caso por amor, nem que seja com um pé rapado mesmo rs.

4| Bad Guy – Billie Eilish

Eu já havia postado sobre a Billie aqui no blog em abril e não queria ser repetitiva, mas estou tão viciada em “Bad Guy” e “Bury A Friend” que não poderia deixar de citar uma delas aqui nesse post também! 🤩 Vocês já repararam que a Billie de 2019 é a Avril Lavigne de 2004? Inclusive, a própria Billie já reconheceu que a Avril de antigamente é sua referência. A mesma rebeldia, porém no indie pop, ao invés de rock. Maravilhosa!!

5| Sunday Rain – Foo Fighters

E falando em rock, também fui apresentada a “Sunday Rain”, faixa integrante do último álbum da banda, lançado em 2017 (Concrete ad Gold). Uma curiosidade muito bacana dessa música é que quem está cantando não é o vocalista e sim o baterista, Taylor Hawkins!! E que voz sexy… fiquei até sem fôlego aqui! 🤤

6| Cut The Cord – Shinedown

Um outro rock dos bons que descobri em maio, foi a banda Shinedown. “Kill Your Conscience” e “Second Chance” também merecem ser ouvidas! 🎶

7| Desconstrução – Tiago Iorc

E para fechar esse post, que já está pra lá de longo, trago a primeira faixa do novo álbum, Reconstrução, do Tiago Iorc. Que letra é essa Brasil? A música nos desconcerta pela forma inteligente como Tiago aborda a insegurança com as redes sociais e a superficialidade de tudo que vivemos com essa era da modernidade. Eu já gostava dele desde que fui apresentada a canção “Alexandria” e com “Desconstrução” fiquei ainda mais encantada com o seu trabalho. 👏🏻👏🏻

Não é simplesmente música, é música com significado, mensagem, ou seja, tudo aquilo que mencionei no início desse post. E como se já não bastasse fazer uma música tão reflexiva, ele ainda fez um álbum todo conceitual, em que cada clipe é continuação um do outro, formando tudo uma grande história a ser contada, como se fosse um filme. Quais mais talentos este cara possui??

E é isso gente… comente se você já conhecia alguma e qual gostou mais! 😃

Beijão. 💋

Publicado em Músicas

Billie Eilish

Hoje estou aqui para falar de uma cantora nova – tanto de idade quanto no ramo da música – que já venho acompanhando há algum tempo, mas que agora definitivamente me surpreendeu ainda mais, com o lançamento do seu primeiro álbum de estúdio. Mas antes de continuar falando dela, vou lhes apresentar a primeira música da Billie que eu ouvi. Vejam se não é para se apaixonar a primeira ouvida:

Billie Eilish tem apenas 17 anos e é simplesmente a artista feminina mais nova a alcançar o topo da parada britânica com seu álbum de estreia: “WHEN WE ALL FALL ASLEEP, WHERE DO WE GO?”. Lembrando que antes de Billie, somente a Joss Stone conseguiu este feito, em 2004, quando também tinha 17 anos.

A capa do álbum é bastante sinistra, assim como a própria cantora, que possui um estilo bastante alternativo. Suas roupas fogem dos padrões femininos, a maioria de seus clipes possuem uma pegada sombria, mas a sua voz… ahh… a sua voz é uma doçura. Literalmente música para os nossos ouvidos:

Antes de lançar o seu primeiro álbum de estúdio, Billie lançou um EP: “dont smile at me”, com 9 músicas incríveis, que a propósito quase todas estão salvas na minha biblioteca. Além das duas já citadas acima, “COPYCAT”, “party favor”, “idontwannabeyouanymore” e “ocean eyes” – que a propósito foi a primeira música da Billie a ser lançada NO MUNDO – são melodias que merecem ser ouvidas, não só pela sonoridade, mas também pela letra. Artista completa é outra coisa. 😉

Falando em arte, a veia artística da Eilish veio de berço. Sua família é composta por atores e músicos, seu irmão inclusive, Finneas O’Connell, que trabalha com a Billie, é também cantor, compositor, produtor e ator (atuou no filme: Professora Sem Classe). Com uma família dessas, ela não poderia ficar atrás, não é mesmo?

Uma outra curiosidade interessante sobre as suas músicas, é que duas fazem parte de trilhas sonoras. “WHEN I WAS OLDER” faz parte do filme “Roma” e “Bored” integra a série “13 reasons Why”.

Mas voltemos a falar do seu álbum de estreia. Todos os videoclipes já lançados são mega sinistros, inclusive, lhes apresento o single: “bury a friend”, que mais parece um filme de terror:

Billie explica que o conceito do álbum (que traduzindo para o português quer dizer: “Quando todos nós caímos no sono, para onde vamos?”) é sobre a paralisia do sono e cada música representa algum sonho ou pesadelo que ela teve durante a paralisia. Até o momento já possuem videoclipe as faixas: “bury a friend”, when the party’s over” (que é o clipe mais famoso da Billie), “you should see me in a crown” e “bad guy”. A propósito, encerrarei o post com o seu mais novo single, que por acaso é a minha música preferida do álbum:

E você já conhecia a Billie Eilish? Qual música dela que você mais gostou? Me deixe saber nos comentários! 🙂

Publicado em Músicas

10 Músicas Legais que descobri em Janeiro

Bem vindos a fevereiro!!

E aí, o que fizeram no primeiro mês do ano? Começaram com o pé direito?

Sabe, antes da virada do ano, fiz aquelas promessas internas que sempre fazemos para nós mesmos no início de cada ciclo e entre essas promessas/objetivos pessoais, me comprometi a SEMPRE que eu descobrisse uma música nova que fosse bacana, eu anotaria!

Segui a risca essa meta mensal nesse primeiro mês e adivinhem só? 49 músicas que eu nunca tinha ouvido na minha vida, foram acrescentadas na minha biblioteca do Spotify!

Sabe quando você coloca determinada playlist que você criou para tocar, sem ticar a função repetir playlist? Então, quando a mesma chega ao fim, sem essa opção ticada, o Spotify continua trazendo outras músicas que não estão salvas na sua biblioteca, seguindo o mesmo estilo da playlist que você estava escutando. Sabiam dessa? Foi assim que descobri, uma boa parte, de tanta música nova! 😀

Claro que, não vou inserir as 49 músicas aqui, haja ouvidos! Rs. No entanto, selecionei as 10 melhores para que vocês também possam conhecer e assim, quem sabe, entre para a biblioteca de vocês também! Preparados? 😉

1| Like That – Bea Miller

Bea Miller é uma cantora norte-americana talentossísima de apenas 19 anos. Ficou em nono lugar na segunda temporada do The X Factor dos Estados Unidos e atualmente tem contrato assinado com duas gravadoras, sendo a Hollywood Records e Syco Music. (Poderosa!) Tem outra música dela que também descobri e resolvi incluir nessa lista. Confiram abaixo:

2| Yes Girl – Bea Miller

Sucesso sim, claro ou com certeza??

3| Watch – Billie Eilish

Eu já conhecia uma outra música dela (bellyache), mas quando ouvi “Watch” foi como se eu NUNCA TIVESSE OUVIDO UMA BOA MÚSICA na vida! Melhor canção de todos os tempos! Quem aí concorda comigo?!

4| Mermaid – Skott

Somente eu que me emocionei com esta música?? Skott é uma cantora sueca, iniciante e seu estilo musical lembra bastante a Lana Del Rey. Lançou algumas músicas avulsas (incluindo esta) em 2016 (mais precisamente 8 músicas e 2 videoclipes) e somente em 2018 lançou seu primeiro EP. Uma cantora nova com bastante potencial, já estou torcendo para que sua carreira deslanche! 🙂

5| Our Hearts Are Wrong – Jessica Lea Mayfield

Aquele tipo de música para ouvir enquanto relaxa. Em contraponto com Bea Miller e a Skott que são cantoras em início de carreira, Jessica é uma veterana da música. Na ativa desde 2006, possui um total de 5 álbuns de estúdio e 1 EP.

6| Phase Me Out – Verité

Fala se essa música não é uma delícia?? Não consigo imaginar outra voz casando tão bem com essa melodia, quanto a da Verité! A propósito, eu já conhecia uma outra música dela, chamada: “Need Nothing” igualmente maravilhosa, mas com uma pegada mais sexy. Vale a pena ouvir também!

7| Don’t Panic – XYLØ

Eis aqui um popzinho bem gostosinho. Uma curiosidade muito interessante (e que a priori não percebemos) é que XYLO na verdade são uma dupla (os irmãos Paige Duddy e Chase Duddy). Que nem Sofi Tukker em que apesar de ser uma dupla, somente a mulher canta.

8| My Medicine – The Pretty Reckless

Trouxe um pouco de rock também, pois merecemos, né?? Eu só conhecia uma música desta banda até hoje (a clássica “Fucked Up World) e agora estou apaixonada por My Medicine. Não é engraçado ver uma vocalista roqueira com a maior cara de patricinha?? Rsrs.

9| Segue o Som – Vanessa da Mata

Estava eu dentro de um sebo, quando de repente começou a tocar essa música. Na hora identifiquei ser a voz da maravilhosa Vanessa da Mata e após ouvir mais um pouco (até o refrão), tive a certeza que queria ter essa música na minha biblioteca também! Ativei o Shazam! Música popular brasileira é tudo de bom!

10| Xote Universitário – Falamansa

E para fechar vamos de forrózinho? Prestem atenção na letra dessa música! Ainda bem que já terminei a faculdade… rs. Aproveitando o gancho, amanhã (dia 02) terá show do Falamansa em São Paulo!! Eu já comprei o meu ingresso! Bora se encontrar lá?! 😀

E é isso… em março espero trazer mais uma lista de músicas legais que descobrirei durante esse mês. Gostaram dessas? Já conheciam alguma? Me conta tudo nos comentários!!!