Publicado em Músicas

Billie Eilish

Hoje estou aqui para falar de uma cantora nova – tanto de idade quanto no ramo da música – que já venho acompanhando há algum tempo, mas que agora definitivamente me surpreendeu ainda mais, com o lançamento do seu primeiro álbum de estúdio. Mas antes de continuar falando dela, vou lhes apresentar a primeira música da Billie que eu ouvi. Vejam se não é para se apaixonar a primeira ouvida:

Billie Eilish tem apenas 17 anos e é simplesmente a artista feminina mais nova a alcançar o topo da parada britânica com seu álbum de estreia: “WHEN WE ALL FALL ASLEEP, WHERE DO WE GO?”. Lembrando que antes de Billie, somente a Joss Stone conseguiu este feito, em 2004, quando também tinha 17 anos.

A capa do álbum é bastante sinistra, assim como a própria cantora, que possui um estilo bastante alternativo. Suas roupas fogem dos padrões femininos, a maioria de seus clipes possuem uma pegada sombria, mas a sua voz… ahh… a sua voz é uma doçura. Literalmente música para os nossos ouvidos:

Antes de lançar o seu primeiro álbum de estúdio, Billie lançou um EP: “dont smile at me”, com 9 músicas incríveis, que a propósito quase todas estão salvas na minha biblioteca. Além das duas já citadas acima, “COPYCAT”, “party favor”, “idontwannabeyouanymore” e “ocean eyes” – que a propósito foi a primeira música da Billie a ser lançada NO MUNDO – são melodias que merecem ser ouvidas, não só pela sonoridade, mas também pela letra. Artista completa é outra coisa. 😉

Falando em arte, a veia artística da Eilish veio de berço. Sua família é composta por atores e músicos, seu irmão inclusive, Finneas O’Connell, que trabalha com a Billie, é também cantor, compositor, produtor e ator (atuou no filme: Professora Sem Classe). Com uma família dessas, ela não poderia ficar atrás, não é mesmo?

Uma outra curiosidade interessante sobre as suas músicas, é que duas fazem parte de trilhas sonoras. “WHEN I WAS OLDER” faz parte do filme “Roma” e “Bored” integra a série “13 reasons Why”.

Mas voltemos a falar do seu álbum de estreia. Todos os videoclipes já lançados são mega sinistros, inclusive, lhes apresento o single: “bury a friend”, que mais parece um filme de terror:

Billie explica que o conceito do álbum (que traduzindo para o português quer dizer: “Quando todos nós caímos no sono, para onde vamos?”) é sobre a paralisia do sono e cada música representa algum sonho ou pesadelo que ela teve durante a paralisia. Até o momento já possuem videoclipe as faixas: “bury a friend”, when the party’s over” (que é o clipe mais famoso da Billie), “you should see me in a crown” e “bad guy”. A propósito, encerrarei o post com o seu mais novo single, que por acaso é a minha música preferida do álbum:

E você já conhecia a Billie Eilish? Qual música dela que você mais gostou? Me deixe saber nos comentários! 🙂