Publicado em teatro

Baixa Terapia

Temporada: 19 de janeiro à 28 de abril

Local: Teatro TUCA (em São Paulo)

Categoria: Comédia

Fui assistir Baixa Terapia à convite de uma amiga e me surpreendi quando, chegando lá, me deparei com ninguém mais, ninguém menos que o Antônio Fagundes no palco! (Sequer havia pesquisado sobre a peça com antecedência.) Não que não ter um famoso no elenco seja demérito para qualquer peça, mas convenhamos que ver um rostinho conhecido tão de perto, causa certa euforia rs.

A sinopse é a seguinte: Três casais chegam juntos ao consultório da terapeuta deles para uma terapia de casal, quando são surpreendidos com a ausência da mesma, que além de deixá-los sozinhos, já deixou tudo preparado para que aquela sessão fosse coletiva, conduzida por eles mesmos, sendo guiados por 5 envelopes (me corrijam se eu estiver errada) previamente escritos pela própria terapeuta. Quando enfim os casais param de reclamar daquela situação em que foram abandonados e entram no jogo da sessão, a comédia ganha força, pois inicia uma grande lavação de roupa suja, fazendo com que a plateia se identifique com muitas das situações cotidianas relatadas pelos personagens. 

A peça tem uma duração de 90 minutos e dentro deste tempo tem seus picos de entretenimento. Confesso que em certa parte fiquei um tanto entediada e com sono, mas, quando de repente entraram no tema sexo, voltou a ficar interessante, afinal, muita risada pode ser extraída de tópicos polêmicos.

Mas o que me fez querer escrever sobre este espetáculo, definitivamente foi o seu desfecho. Eu DUVIDO que alguém esperasse por um final tão surpreendente como aquele! De repente a peça não era mais de comédia e tudo que vimos foi uma mentira. Minha mente entrou em conflito e a plateia emudeceu perante a situação apresentada. Nunca assisti uma peça com uma reviravolta a altura de produção cinematográfica como essa. Enfim, só assistindo para saber do que estou falando, pois não farei spoiler. Fiquei boquiaberta com o que acabara de assistir.

Ao final da apresentação, o elenco ainda teve a gentileza de responder a algumas perguntas da plateia por alguns minutos.

Baixa Terapia não é uma peça qualquer, escrita pelo argentino Matias Del Federico, já teve outras temporadas em São Paulo, esteve por três meses em cartaz em Portugal e também já passou pelos Estados Unidos.

Outra curiosidade interessante é que além do Antônio Fagundes no elenco (como Ariel), há também sua ex-esposa, Mara Carvalho (como Paula, esposa de Ariel), sua atual companheira, Alexandra Martins (como Tamara, namorada de Estevão) e seu filho, Bruno Fagundes (como Estevão). Ilana Kaplan (que interpreta a personagem Andrea), ainda ganhou uma premiação pela sua atuação. Com direção de Marco Antônio Pâmio, sem sombra de dúvidas é uma peça que vale a pena ser prestigiada.

Autor:

Graduada em Jornalismo, apaixonada por música, livros, filmes e séries. O espírito Jovem me domina & adoro uma Diversão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s