Publicado em Biblioteca

Depois de Você

depois-de-voce-capa

Título Original: After You

Autor: Jojo Moyes

Editora: Intríseca

Ano: 2015

Nossa, como fazia tempo que eu não postava resenha de livro! Rsrs. Mas deixa eu explicar o porquê acabei relaxando, há um bom motivo para isso! 😁 É com muito prazer que compartilho com vocês, que iniciei na faculdade ano passado (jornalismo! 😍), e por essa razão, estava sendo muito difícil conciliar dois tipos de leitura (hobbie e  obrigatórias). Felizmente, agora sim consegui pegar o ritmo, então se preparem para as muitas resenhas que estão por vir! 🤗

Quando descobri que Jojo Moyes havia publicado a continuação de “Como Eu Era Antes De Você” , foi uma grande surpresa! Mentalmente comecei a especular como poderia dar certo, já que o ponto principal do primeiro livro era Louisa e Will, e agora não o teríamos mais. Bom, acredito que todos tiveram esse mesmo pensamento, pois a impressão que tivemos no primeiro livro, era de que os protagonistas fossem o casal, quando na verdade (Jojo nos mostra ao criar essa continuação) só há um personagem principal, sendo a nossa querida Louisa.

Confesso que demorei mais do que o necessário para concluir a leitura de “Depois de Você”, pois assim como o primeiro livro, demora um pouco para engatar, e o começo é melancólico, conduzido pela tristeza de Lou, que obviamente ainda não superou a morte de Will. Para variar, ela também sofre um acidente – o que me fez pensar, por um instante, se a escritora seria tão clichê de deixá-la nas mesmas condições que Will rs -.

Também há um grupo de ajuda, chamado: “Seguindo Em Frente”, no qual Lou participa de algumas sessões, nos mostrando que ela não era a única a sofrer com a perda de alguém. – Aliás, muito bacana da Jojo abordar esse tema, acredito que tenha servido como apoio para muitos de seus leitores, que passaram por situações semelhantes a do livro. –

Bom, as coisas começam a engrenar e ficarem mais alegres, quando surge uma pessoa muito importante relacionada a Will! – Pessoa essa responsável por nos entreter boa (ou senão toda) parte do livro. 😊 – Não farei spoiler de quem se trata exatamente, pois quero que você se surpreenda tanto quanto eu fui surpreendida, descobrindo aos poucos. 😉 Mas saibam que por meio dessa pessoa inusitada que surge em “Depois de Você”, Louisa pôde se aproximar dos Traynor, e é interessante descobrir como cada membro ficou, após a partida de Will.

Basicamente “Depois de Você” se baseia em nos mostrar a nova vida de Louisa. Não sei quanto a vocês, mas eu fiquei com muitas expectativas após aquele final bastante promissor de “Como Eu Era Antes de Você”, e no entanto, nessa continuação, Jojo nos mostra que a nossa protagonista é ainda a mesma Louisa de antes, sem muitas ambições e um tanto ingênua. Seu novo emprego não lhe agrada, não se sente em casa na sua nova moradia, além de não ter feito nenhuma nova amizade. Claro que, ela se desenvolveu bastante até o final, mas esperava que sua mudança já acontecesse desde a morte de Will.

O final deixou em aberto uma possível continuação, que estou torcendo para que ocorra! Só estou na dúvida se também irão produzir a versão cinematográfica de “Depois de Você”, uma vez que muitos detalhes presentes no segundo livro, foram recorrentes de determinados no primeiro, que por sua vez não foram retratados no filme. Acredito que esse será um grande desafio para o próximo diretor.

E você, já leu “Depois de Você”? Gostou? Qual a sua opinião sobre produzirem seu filme também? Me deixe saber nos comentários!! 😃

Publicado em Cinema

Como Eu Era Antes de Você

Como eu era antes de você

Título Original: Me Before You

Direção: Thea Sharrock

Ano: 2016

Categoria: Romance / Drama

Aqui está mais um livro de sucesso que virou filme! Para quem ainda não teve o privilégio de ler a história em sua obra original, farei uma breve introdução:

Will Traynor (Sam Claflin – Simplesmente Acontece) é um homem rico e cheio de energia, que após ser atropelado por uma moto, fica tetraplégico. Louisa Clark (Emília Clarke – Game Of Thrones) é uma jovem de vida simples, contratada para cuidar de Will dois anos após o acidente. Como se esse cenário já não fosse dramático o suficiente, Louisa descobre o real motivo da sua contratação temporária de seis meses: Will quer se suicidar, pois não aceita viver dessa forma, e os pais do rapaz possuem a esperança de que ela conseguirá fazê-lo mudar de ideia. Se Will vive ou não, isso não irei dizer, mas vamos às considerações. 😉

Will Traynor

O começo foi impecável, começou exatamente igual ao livro, mostrando a vida de Will galanteador, antes do acidente. Já a cena definitiva para o restante do filme (o acidente), foi bastante rápida, não causando a mesma comoção pela qual senti lendo o livro, num segundo ele estava andando na rua e no segundo seguinte já tinha sido atropelado. Sequer tivemos a reação do personagem durante o ocorrido – no livro ele não apaga de uma vez, ele olha o horror refletido nos olhos de quem o atropelou, e ouve um barulho horrível, até perceber que era seu próprio grito -.

Louisa Clark

Nossa Louisa é mesmo toda fofinha, destrambelhada, e com roupas estranhas, exatamente igual a personagem do livro. Contudo, a atriz é muito expressiva! Faz muitas caretas, e quando levanta as sobrancelhas então?? Prefiro nem comentar! Rsrs. Será que foi proposital??

Cena do filme Como eu era antes de você

Will também poderia ter sido mais bruto no início, no entanto foi mediano. No livro Louisa sofre demais com a forma como é tratada pelo rapaz no começo, e no filme ele foi mais bonzinho, com apenas pequenas pitadas de sarcasmo.

Claro que, nunca as reproduções são 100% iguais aos livros do qual foram adaptados, o que é totalmente aceitável, e não estou aqui somente para criticar. Achei o filme incrível mesmo assim! E agora vamos aos elogios. 😊

Louisa Clark Como Eu Era Antes de Você

Apesar de ser muito expressiva, a atriz conseguiu desempenhar bem o papel da personagem, sendo até mais bobinha no filme que no livro. Não tenho nenhuma crítica para o ator que interpretou o Will, era bonito como descrito no livro e de poucas palavras.

Como Eu Era Antes de Você

Foram reproduzidos os principais acontecimentos do livro, fiéis aos seus desdobramentos, gostei muito! As cenas finais considerei de vital importância, já que é de grande responsabilidade, os atores conseguirem transmitir a devida emoção compatível com a cena retratada, e digo com satisfação que sim, meus olhos encheram de lágrimas com facilidade, na cena em que Will revela a Louisa a sua real decisão. Claro que a atriz continuava com suas caretas, mas procurei não focar muito nisso para não acabar dando risada rs.

Matthew Lewis atuou em harry potter
Matthew Lewis atuou em “Harry Potter”

Uma curiosidade muito legal, e que talvez ninguém tenha percebido, é que o ator Matthew Lewis (aquele que interpreta o personagem Patrick, namorado de Louisa) é o mesmo que deu vida ao Neville Longbottom na saga “Harry Potter”! Quanto progresso! 😮

A pergunta que não quer calar agora é: Será que também adaptarão “Depois de Você”, nova obra de Jojo Moyes, como continuação??  🤔 Vamos cruzar os dedos para que sim!!

E você, o que achou do filme? Na sua opinião fez jus ao livro? Me deixe saber nos comentários!! 😃

Publicado em Biblioteca

Como Eu Era Antes de Você

Capa_Como-eu-era-antes-de-voce

Título Original: Me Before You

Autor: Jojo Moyes

Editora: Intríseca

Ano: 2012 / 2013

A história começa no ano de 2007. Will Trainor é um homem de 35 anos, bem sucedido, atraente, viajado e principalmente independente. A noite passada tinha sido ótima com sua namorada em seu apartamento. Estava saindo para trabalhar naquela chuvosa manhã. O porteiro do seu prédio se ofereceu para chamar-lhe um táxi, mas justo naquele dia ele quis procurar um por conta própria. Enquanto andava pela rua seu celular toca. Focado nos assuntos profissionais pelo qual tratava ao telefone, Will se dirige até o táxi mais próximo, mal conseguindo entender o que era falado do outro lado da linha, devido a chuva e ao barulho produzido pelo movimento dos carros. Enquanto se aproximava cada vez mais do carro, ouviu o som estridente de uma buzina e pelo canto do olho pode ver algo se aproximando dele com muita velocidade…

Ele se vira e, nesse milésimo de segundo, percebe que a coisa vem em sua direção, que não há como sair da frente. Surpreso, abre a mão e o BlackBerry cai no chão. Ouve um grito que talvez seja o seu. A última coisa que vê é uma luva de couro, um rosto dentro de um capacete, o choque nos olhos do homem refletindo o dele próprio. Há uma explosão quando tudo se parte em pedaços. E então não há nada. (Pág. 10)

 Agora estamos em 2009 e a história centra em outra personagem. Louisa Clark é uma jovem de 26 anos, possui uma vida muito simples, sem nenhum luxo, trabalha como garçonete onde todo seu salário é voltado para o sustento de sua família, cujos membros são: mãe, pai, avô (que já sofreu derrames e precisa de cuidados especiais) e uma irmã mais velha que já é mãe.

Ela estava voltando para casa contando os passos cabisbaixa pois havia sido demitida. Após 6 anos trabalhando naquele café, não sabia o que faria dali para frente pois sua família dependia do seu salário. Sua irmã Treena, mal recebia um salário na floricultura em que trabalhava. Sua mãe não podia trabalhar pois cuidava de seu avô, e seu pai vivia em constante tensão na fábrica de móveis em que trabalhava, devido a rumores de um possível corte de funcionários.

Eu me sentei enquanto meus pais discutiam que trabalhos eu poderia conseguir com minhas poucas qualificações. Operadora de fábrica, especialista em ferramentas mecânicas, passadora de manteiga. Pela primeira vez naquela tarde, tive vontade de chorar. (Pág 16)

Louise possuía um namorado. Patrick é fissurado em ginástica e afins. Tudo em prol de ter um ótimo porte físico e boa saúde. A relação deles, retratada no livro não é das mais românticas, está mais para um namoro que caiu na rotina e compartilham companheirismo.

É difícil para a moça encontrar um emprego. Ela passa praticamente o dia inteiro na agência de empregos, participando de vários tipos de entrevistas, mas parece que nada se encaixa no seu perfil. Está em uma sala com o funcionário da agência e seu computador. Nada, absolutamente nada, parece servir para Louisa trabalhar. Essa parte do livro chega a ser engraçada pois ele até sugere empregos alternativos como “dançarina de pole dance” e “supervisora de conversas adultas telefônicas”. Até que…

– Acabou de aparecer. Neste minuto. Uma oferta de emprego como cuidadora assistente. Não é com idosos. É uma… vaga confidencial. Para ajudar na casa de alguém, e o endereço fica a menos de três quilômetros de onde você mora. Não é necessário limpar traseiros, pelo que entendi. Ele é… tetraplégico. (Pág. 21)

E assim a vida de Will e Louisa se cruzam. A entrevista com a mãe de Will, Camilla Traynor é muito tensa. Louisa tenta descontrair com alguns comentários irônicos, mas fica no vácuo perante a seriedade de Camilla. É difícil entender porquê Louisa consegue o emprego tendo cometido várias gafes na entrevista e até mesmo por ser inexperiente na função. Nada é por acaso e futuramente quando ela descobre o real motivo da sua contratação, se revolta. E até mesmo o leitor se espanta com a realidade dos fatos.

Eu não tenho palavras para descrever o quão maravilhoso esse livro é. Confesso até que após lê-lo passei a ver os cadeirantes com outros olhos. Ganhei esse livro de presente de aniversário e não poderia ter ganhado um presente melhor, é uma lição de vida. Quando estava nas últimas páginas eu só chorava, não tem como ficar impassível com o final dessa história, fiquei aos prantos pois me imaginei no lugar de Louisa, mas ao mesmo tempo me imaginava na situação de Will. Simplesmente fenomenal. História emocionante e muito comovente.

TRILHA SONORA

música

E a trilha sonora perfeita para essa história, que ouvi muito enquanto lia e chorava ao mesmo tempo, são:

Scars On 45 – Change My Needs

The Civil Wars – Poison & Wine

Amy Stroup – This Could Kill me