Publicado em Histórias Do Milagre

Milagre – Parte 9 “Dia A Dia”

agenda-de-compromisso

Passou-se uma semana e eu estabeleci minhas rotinas diárias:

Antes de sair para trabalhar medicava o Milagre, deixava-o com água e ração abastecidos (sim, ele já estava comendo e bebendo sozinho para minha grande alegria!) e quando voltava o limpava e medicava novamente.

No começo eu molhava a ração, mas quando experimentei não molhar, ele comeu da mesma forma. Ele sempre ficava deitado, mas nunca quando eu chegava em casa estava do mesmo jeito que o deixara. Ele fazia grande esforço para se mexer com a única pata que o obedecia, e para minha grande surpresa, antes mesmo que eu comprasse o laxante que a veterinária receitou, ele conseguiu sim defecar sozinho! Nunca fiquei tão feliz na vida por um cocô de cachorro!! Rs.

E foi a partir daí que o seu nome mudou para Milagre, pois apesar dele não estar 100% ele estava vivo; se alimentava por espontânea vontade; e agora até defecava mesmo que a veterinária tenha dito que não conseguiria sem ajuda; e devo dizer que seu próprio nome quem o escolheu foi minha mãe, ou seja, mais um motivo para ser um “Milagre”.