Publicado em Cinema

Deuses Do Egito

deuses-do-egito-capa

Título Original: Gods of Egypt

Ano: 2016

Categoria: Aventura

Nessa incrível aventura baseada na mitologia egípcia, deuses ainda são vivos e batalham entre si. Na verdade, um deles apenas, o invejoso Set (Gerard Butler – A Verdade Nua e Crua), que logo no início do filme, inicia uma grande batalha contra o reinado de seu irmão, no exato momento em que seu sobrinho Horus (Nikolaj Coster Waldau – Game Of Thrones) seria coroado como novo rei.

Gerard Buttler em Deuses do Egito

Logo nas primeiras cenas temos uma batalha tensa e Set consegue dominar o reinado, agindo contra seu irmão e sobrinho. A questão principal do filme é: até quando Set vai permanecer no poder? Quem ousará enfrentá-lo após sua vitória contra outros deuses de igual poder? Parece meio óbvio que somente Horus conseguiria, mas como seria possível se na primeira batalha ele falhou, mostrando que não é páreo para Set?

Somente a coragem e ousadia de um mortal para colocar tudo a perder para Set. Bek  (Brenton Thwaites – O Doador De Memórias), um jovem rapaz apaixonado, faz de tudo para salvar Zaya (Courtney Eaton – Mad Max: Estrada da Fúria) da escravidão e por conta disso fica na mira de Set também! Mas qual a chance de sobrevivência de um mero mortal contra um poderoso deus? Somente se aliando a um outro deus, para conseguir salvar Zaya da morte e de quebra, quem sabe, todo o povo que se tornou escravo?

GodsOfEgypt_DOMTrlr1_Texted_HD 2861.tif

Sendo assim, Bek recorre a Horus, que devido a derrota do início do filme, havia se isolado. Após Bek quase ser morto por esse, mesmo que a contragosto acabam fazendo um acordo. Bek ajudaria Horus com suas habilidades de infiltração, contanto que ele pudesse trazer Zaya de volta. A grande pergunta é, será que Horus conseguirá grandes feitos, tendo como aliado um simples mortal, que mal consegue se manter vivo sozinho?

Deuses do Egito, confesso que não foi minha primeira opção, quando fui ao cinema, na verdade eu nem tinha intenção alguma de assisti-lo, mas como o outro filme (o que eu queria) estava com as sessões encerradas, optei por esse e até que a escolha foi boa, muito boa aliás! A trama te prende sem sombra de dúvida, com cenas bem tensas e agoniantes! Apesar de sabermos que todo final de filme tem um final feliz, ficamos com  sérias dúvidas sobre esse desfecho, tendo em vista que Set é um vilão implacável e muito ambicioso. Vale muito a pena assistir!

Publicado em Cinema

A Verdade Nua e Crua

A Verdade Nua e Crua capa

Título Original: The Ugly Truth

Ano: 2009

Categoria: Comédia Romântica

Esse filme é sem sombra de dúvida uma das melhores comédias românticas que já assisti!! Abby (Katherine Heigl – Vestida Para Casar) é uma produtora de um programa de TV neurótica e controladora que não tem sorte no amor (por que será né?). Logo no começo do filme temos uma cena em que ela se encontra com um rapaz que conheceu pela internet e é um desastre! Não tem como não rirmos com a sua paranóia com um homem que acabou de conhecer e com o simples fato de pedir uma água de garrafa!! Hahaha. A história começa a ficar mais interessante quando o desaforado Mike Chadway (Gerard Butler – P.S. Eu te Amo) entra em cena, bagunçando com a vida de Abby e tudo o que ela acreditava saber sobre o sexo masculino.

a-verdade-nua-e-crua-abbya-verdade-nua-e-crua-mike

Quando Abby conhece seu vizinho Colin (Eric Winter – Domingos em Tiffany) um médico muito bonito e atraente, ela acha que finalmente encontrou o cara certo, mas com seu jeito neurótico e controlador quase o deixa escapar entre seus dedos. Mesmo odiando Mike, eles acabam fazendo um acordo, onde ele a convence de que somente com a sua ajuda ela terá Colin na palma de sua mão (quem não queria um conselheiro desses?), pois segundo ele, os homens só estão interessados em sexo, que uma mulher não precisa ser inteligente ou simpática, mas sim saber ser sedutora e muito atraente!

a_verdade_nua_e_crua

Não tem uma cena no filme que não me agrade, impossível ficar com tédio, pois a cada minuto temos algo novo que nos faça rir! É clichê? É! Não espere um final inusitado, acaba como todos os filmes de comédia romântica terminam, mas o durante, o desenrolar da história é que é o mais legal! A trilha sonora também é perfeita! Até hoje tenho na minha playlist a música que toca na cena em que Abby está viajando com Colin (Pocketful Of Sunshine), e a escolha da música do Florida com a Kesha (Right Round) para o trailer do filme também caiu como uma luva, adorei!! Se você nunca assistiu, recomendo demais!!! Antes de assisti-lo, dê uma espiada no trailer abaixo, apenas um prévia do que te espera! 😉

TRILHA SONORA

trilha-sonora-filmes

Katy Perry – Hot n’ Cold (Música de Abertura)

Nikka Costa – Everybody Got Their Something (Cena em que Mike e Abby estão na cafeteria)

Natasha Bedingfield – Pocketful Of Sunshine (Quando Abby e Colin estão viajando)

Los Pinguos – Soluna (Ainda quando Mike e Abby estão dançando)

Los Pinguos – De Vez En Cuando (Quando Mike e Abby estão dançando)

Daniel Merriweather – Chainsaw (Cena final dos balões)

Florida – Right Round (Música dos créditos e trailer do filme)

cena-a-verdade-nua-e-crua